NotíciasIlustração representando luta pela igualdade racial estará na Crossover 7.8 em estreia do NBB

Ilustração representando luta pela igualdade racial estará na Crossover 7.8 em estreia do NBB

Alerta spoiler aqui no #EuSouPenalty! Escolhida a cara da bola do jogo de abertura do NBB 20/21. O resultado foi divulgado nas contas oficiais da Penalty e do NBB no Instagram, no último sábado (24).  Em disputa equilibrada, com 62% dos votos populares, o desenho da adolescente Luana Santa Cruz Araújo, de 14 anos, conterrânea de Campina Grande (PB), venceu o concurso “A bola do jogo”, promovido pela Penalty e pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

A ação convocou crianças  e adolescentes de até 14 anos para usarem o talento e abusar da imaginação, criando versões estilizadas da tradicional bola laranja. Com mais de 60 desenhos recebidos de todo o Brasil, o concurso teve disputa acirrada. O coparticipante responsável pela arte que vai para a Crossover 7.8, será o artista plástico curitibano Tom Veiga.

Temas de interesse social como a proteção do meio ambiente e de recursos naturais, também relativos à saúde e igualdade, estiveram presentes nos desenhos que participaram do concurso. “Ficamos impressionados em como as crianças estão engajadas em temas tão importantes para a atualidade, e, como elas conectam o esporte com a vontade de transformar o futuro”, considerou Paulo Gaspar, Gerente Executivo de Vendas e Marketing da Penalty.

POR UM MUNDO SEM RACISMO

Desenvolta, a estudante Luana concedeu entrevista para o #EuSouPenalty e falou sobre  a vitória. “Estou muito feliz com o resultado. Fico contente que meu desenho estará na estreia do NBB 20/21”, comemorou.

“Sempre gostei de acompanhar a Copa do Mundo e as Olimpíadas, e, também sempre joguei vôlei e outros jogos na escola”, respondeu, explicando sua relação com o esporte.

Sobre seu processo criativo, a adolescente destacou que não é desenhista e decidiu se inscrever no concurso “sem grandes pretensões”. Segundo ela, o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) foi uma inspiração para a frase que está no centro da ilustração. “O racismo não é algo que está somente lá fora. Uma das bandeiras levantadas pelo esporte é o respeito e o movimento antirracista faz parte disso”, explicou. 

MOVIMENTAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

A família paraibana não mediu esforços para que a adolescente ganhasse o concurso, já que a escolha nas fases semifinal e final dependia dos votos dos internautas, a ilustração vencedora fez um ‘barulho’, chamando atenção inclusive da imprensa da cidade e de municípios vizinhos.  

ESTREIA NA QUADRA 

A abertura da competição está programada para o dia 10 de novembro de 2020, no “Ginásio Gilberto Cardoso” , o Maracanãzinho, na cidade do Rio de Janeiro. Depois da participação no jogo, a bola receberá autógrafos das principais estrelas do basquete nacional e seguirá para leilão, em uma ação organizada pela LNB. O valor arrecadado será destinado a projetos sociais ligados à prática esportiva.