NotíciasPenalty participa do Mundial de Futsal 2021 como parte das ativações do Max 1000 Ecoknit

Penalty participa do Mundial de Futsal 2021 como parte das ativações do Max 1000 Ecoknit

A Penalty está nos jogos do Mundial de Futsal 2021, realizados neste ano na Lituânia. Essa é a nona edição do campeonato, que foi adiada em 2020, e conta com 24 seleções, incluindo o Brasil. A Penalty, maior fabricante nacional de material esportivo, marca presença no torneio.

Realizamos a entrega dos pares do Max 1000 Ecoknit, primeiro calçado brasileiro de futsal elaborado com tecido obtido a partir da reciclagem de garrafas PET, para a seleção da Costa Rica.

Seleção da Costa rica e seleção brasileira

A ação, que faz parte da série de ativações deste inovador produto, foi registrada em vídeo, e pode ser assistido neste link .Os 13 atletas que compõem a seleção costarriquenha de futsal receberam seus pares de Max 1000 Ecoknit, para disputar o Mundial com esse novo conceito de calçado.

“A Costa Rica é um dos vários países que a Penalty abriu mercado no último ano, nesse período desafiador de pandemia. É um país de destaque pela nossa relação com o público, pela aceitação dos nossos produtos”, explica Maurício Conrado, Gerente de Comércio Exterior da Penalty.

“Além disso, a escolha da seleção costarriquenha para fornecer o Max 1000 Ecoknit é uma forma de apoiarmos essa modalidade de esporte no país, considerando que a região não conta com grandes investimentos para incentivar sua prática”, afirma o executivo.

Os jogadores que integram a seleção da Costa Rica, além de se dedicarem ao esporte, desempenham outra atividade profissional, ou seja, trabalham durante o dia e treinam à noite. Esse contexto mostra que o Max 1000 Ecoknit é ideal para eles, pois é o calçado de quem leva o futsal a sério.

Jogadores da Seleção da Costa Rica com os calçados Max 1000 da Penalty

Promover essa ativação com a seleção costarriquenha durante o Mundial de Futsal 2021 tem grande representatividade para a Penalty. “É muito importante para nós estarmos presentes na maior competição da modalidade, em que estão os melhores atletas do mundo. Como marca é tão relevante estar nos pés de quatro atletas da Seleção Brasileira uma das favoritas ao título, quanto apoiar os atletas da Seleção da Costa Rica, que lutaram tanto para se classificar para o mundial. Levamos o futsal a sério”, analisa Bernardo Caixeta, Gerente de Marketing e Relações Esportivas da Penalty.

Também participam do evento os atletas Penalty convocados pela seleção brasileira. São eles: os goleiros Guitta, Djony e William e o pivô Dieguinho. O Max 1000 Ecoknit também irá figurar nos pés desses atletas canarinhos, como também do preparador físico da seleção, Mauro Sandri.

A inovação do Max 1000 Ecoknit

O Max 1000 Ecoknit é apresentado ao mercado na sequência do lançamento da S11 Ecoknit, a primeira bola de futebol certificada pela FIFA feita com tecido ecológico, e representa a expansão da tecnologia para a categoria de calçados. O modelo recebe o tecido ecológico em todo o corpo do produto, com aplicação desde o cabedal até a botinha Locker. Além de sustentável, a tecnologia Ecoknit aplicada ao calçado garante conforto, respirabilidade e ventilação aos pés.

A estratégia adotada pela Penalty para o lançamento da nova chuteira foi o método “Go-to-market”, que relaciona o mercado de atuação, os consumidores e os itens comercializados pela empresa, considerando desde a concepção do produto até seu lançamento ao público.

“Para alcançarmos a inovação do Max 1000 Ecoknit, foram envolvidos vários departamentos da companhia, como de desenvolvimento de produtos, marketing, inteligência de mercado e comercial. Podemos dizer que o sucesso do calçado é reflexo de um planejamento muito bem executado”, analisa Paulo Gaspar, Gerente Executivo de Trade Marketing e Vendas da Penalty. Vale destacar que o segmento de calçados apresenta grande importância para a companhia, representando mais de 20% do faturamento das vendas B2B.

Resultado da excelente aceitação dos atletas, dos amadores aos profissionais, o Max 1000 Ecoknit tem ganhado bastante destaque no mercado, com forte presença nos revendedores da Penalty: o calçado está nas vitrines de aproximadamente 50 das maiores lojas de esportes do Brasil.

Como forma de divulgar a novidade ao mercado, a Penalty realiza uma série de ações para ativar o produto entre os praticantes do futsal, a exemplo da iniciativa com a seleção da Costa Rica. Outros atletas da modalidade também jogam com o calçado, tanto da equipe feminina, a exemplo das esportistas Amandinha, Nega e Diana Santos, como também da masculina, como Xuxa e Bruninho Iacovino.